O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) divulgou, na última sexta-feira, 23, dados detalhados sobre as características dos domicílios em todo Brasil. As estatísticas apontaram que 13,2% da população do Paraná reside em apartamentos. A porcentagem é quase o dobro da que foi registrada pelo Censo de 2010, quando a proporção deste tipo de imóvel representava 7,1% do total.

A situação também é constatada em Dois Vizinhos já que, em 2010, o município estava com 36.026 habitantes (33.367, ou 92,61%, viviam em casas e 2.503, o que representa 6,94% residiam em apartamentos). Em 2022, o município chegou a 44.760 habitantes, sendo que 38.988 pessoas vivem em casas (87,10%) e 5.517 em apartamentos (12,32%). O número de pessoas vivendo em apartamento, no entanto, analisados individualmente, mais que dobrou (uma alta de 120%).

Quando a referência é o número de domicílios particulares permanentes ocupados, os dados mudam: Dois Vizinhos conta com 16.963 domicílios, sendo 14.251 casas (84%), 2.597 apartamentos (15,30%), além de 101 casas de vila ou condomínios, 13 habitações em casa de cômodos ou cortiço e uma estrutura residencial permanente degradada ou inacabada.

Outros dados

Em 2010, 97 pessoas viviam em casas de vila ou condomínio e 59 em casa de cômodos, cortiço ou cabeça de porco. Atualmente, o município ainda conta com 227 pessoas vivendo em casas de vila ou condomínios, 27 em habitação em casa de cômodos ou cortiço e uma pessoa em estrutura residencial permanente degradada ou inacabada.

No Estado

Em nível estadual, as cidades com maior concentração de pessoas morando em apartamentos são Curitiba, com 33,6% da população, Londrina (29,6%), Maringá (29,1%), São José dos Pinhais (23%) e Cascavel (21,4%). Dos 399 municípios paranaenses, 47 não possuem pessoas residindo em apartamentos.

Fonte: Portal Educadora com informações da AEN

Últimas Notícias